Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, abril 07, 2006

Este é o primeira dia do resto da blogsfera...

Parece fácil, não é? Confesso que, no início, desconsiderei um bocadinho o fenómeno dos blogues. Pensei que era coisa de inspirados dionísicos (Rodrigo Moita de Deus), profícuos mestrandos (Henrique Raposo), fidalgos espirituosos (Diogo Belford Henriques), aguçados queirosianos (Bernardo Pires de Lima), dandies relaxados (Pedro Marques Lopes), liberais elegantes (Francisco Mendes Silva), conservadores arrojados (Eduardo Nogueira Pinto), líderes generosos (José Bourbon Ribeiro), espíritos sagazes (Vítor Cunha), graciosas inclinações (Inês), leais paladinos (Luís Goldschmidt), probas figuras (Manuel Castelo-Branco), sábios despretensiosos (Luciano Amaral), poetas geniais (Nuno Costa santos), delicadas ausências (Ana Albergaria), jovens destrezas (Tiago Geraldo), seguranças distintas (Manuel Falcão), militâncias autênticas (João Vacas), penas precisas (Leonardo Ralha) e demais ilustríssimos e ilustrados (Vasco Rato e João Marques de Almeida).

O Acidental, no entanto, é também hoje uma referência de uma determinada geração e de uma determinada direita, e digno, por isso mesmo, de celebração. Este blogue, depois de trancado, ficará como registo virtual e perene de uma visão plural, versada mas espirituosa, de uma agremiação de indivíduos que, em comum, se excluem do bolorento mito abrilista de socialismo totalitário, de caducos super-egos populares, de consequentes desvios semânticos. E a sua riqueza é tanto maior quando, num panorama nacional em que temos blogues vaqueiros, blogues femininos e blogues assexuados, toda esta panóplia de temas enfadonhos foi sendo oportunamente temperada com desconcertantes ‘tarrachinhas’, debates desportivos e questiúnculas de rodapé. Que ninguém duvide, portanto: o Acidental excitou, inspirou, animou e perturbou muito boa gente, com especial incidência em minorias cerdosas que, até há muito pouco tempo, se arrogavam o exclusivo conceptual do que é direita. E no fim, o Acidental fez vencimento, provando que a direita, essa realidade viva e pujante, não se subordina a uma qualquer elenco de categorias, não vive de determinismos, não se apreende em custos e oportunidades, e, sobretudo, não aposta em classes universais ou em escatologias de inveja: a direita, esta nossa direita, é uma visão prospectiva do que aí vem - o viagra da civilização ocidental!

Cumpre agora recordar que tudo isto, meus amigos, começou graças ao Paulo Pinto Mascarenhas e à sua visão muito particular e acertada. E que tudo isto continuou porque a boa cepa do criador não lhe permitiu repouso; consciente do que brotava, o Paulo arregaçou as mangas, congregou esforços, perseverou, concebeu e insistiu. O Acidental teve, na sua esfera íntima, essa particularidade única: longe das vaidades estéreis que definem a blogosfera, muitos dos acidentais escreveram precisamente porque o Paulo, subtilmente, os coagiu a tal em nome de um bem comum. E em boa hora o fez.

Por este facto político, por esta fértil opinio comunis, os parabéns ao Paulo, o criador, e a todos os que por aqui passaram, de alguém que gostou muito de os ler.

Até à próxima.

[Jacinto Bettencourt]

Comments on "Este é o primeira dia do resto da blogsfera..."

 

Blogger Rui Castro said ... (11:52 da tarde) : 

Bom post Jacinto. Até já.

 

Anonymous JB said ... (12:00 da manhã) : 

Muito obrigado Rui.
Um abraço,

Jacinto

 

Blogger aL said ... (12:03 da manhã) : 

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 

Anonymous Cristina Ribeiro said ... (11:09 da tarde) : 

Tem razão:o Acidental foi,todo ele,uma Festa!Até à próxima.

 

post a comment