Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sábado, abril 08, 2006

Bye-bye Maria Ivone


Não tenho nada de especial para escrever acerca do fim da blogosfera. Tenho apenas um agradecimento pessoal a fazer ao Paulo, também conhecido lá em casa como o “Mascas”. Há uns anos tive um blogue, que decidi fechar por falta de tempo. Mais ou menos na mesma época do blogue, fui convidado a escrever para um determinado jornal onde o Mascas trabalhava. Escrevi durante uns meses, e depois abandonei a colaboração, por achar que o projecto editorial que o sustentava não me interessava. Órfão de sítios para mandar bitaites, fui vergonhosamente assediado pelo Mascas para começar a escrever no Acidental. Durante muito tempo não quis. A minha vida, em teoria, não é escrever em blogues e jornais, embora comece perigosamente a parecer que sim. Finalmente, por alturas do ominoso consulado santanista, apeteceu-me mandar uma boca aqui, e mandei. O sacana do Mascas logo insistiu para que eu continuasse a mandar mais. Continuei a não mandar assim tantas. Mas depois houve temas irresistíveis: a dissolução parlamentar pelo Presidente Sampaio, as eleições presidenciais americanas e mais alguns, e lá me fui afeiçoando aqui ao bicho. Sabe-se lá porquê, parece que adquiri uma reputação qualquer a escrever para o Acidental, coisa que levou a direcção do Diário de Notícias a convidar-me a escrever para lá. Sabe-se lá porquê, há quem goste daquilo que eu por lá escrevo (e há quem deteste) e recebo e-mails, cartas e telefonemas de criaturas que nunca vi mais gordas a elogiar (ou a zurzir) os artigos, para além de que o meu nome vai aparecendo aqui ou ali na comunicação social a propósito de uma coisa ou outra. Passei assim do estatuto de académico obscuro (obscuríssimo) para o de nome (um poucochinho) público, que vai sendo por aí comentado. Não estou a brincar quando digo que nunca me passou pela cabeça tal coisa. Eu bem estava sossegado a dar umas aulas, a escrever uns livros e uns artigos lidos por três carolas e a tentar ter uma vida pacata. Se as coisas assim não ficaram, devo-o ao Mascas. Devo-lhe o ter-me desassossegado a vidinha e obrigado a escrever. E continuo desassossegado, nomeadamente todas as semanas, quando me sento ao computador para escrever para o DN ou a Atlântico, e me sinto sempre angustiado e vagamente mal-disposto antes de conseguri passar para o papel o que quer que seja. Nada do que escrevo me sai assim muito facilmente. Não me queixo. Até me estou a divertir, pelo menos enquanto tiver paciência e capacidade para continuar num mundo que não é originalmente o meu. Mas no meio disto tudo, há uma coisa que eu sei. Se estou nesse mundo, isso não se deve a mim, mas ao sacana do Mascas. Não fosse ele e eu, provavelmente, nunca mais teria escrito em lado nenhum fora da academia.
Conto isto, não por cabotinismo, mas porque tenho a certeza de que há mais histórias parecidas com a minha aqui no Acidental. O Mascas conseguiu pôr a escrever em abundância pessoas de que muitos de nós nunca tínhamos ouvido falar e de cujo talento agora ninguém duvida: basta pensar no Rodrigo, no Henrique, no Jacinto, no Bernardo e nos outros todos que aqui encontraram um espaço livre para dizerem o que muito bem entendessem.
E prontos. E é verdade que, com o fim do Acidental, há realmente uma certa blogosfera que acaba. Mas tenho a certeza de que o Mascas há-de querer começar outra noutro lado qualquer. So long, pal.
[Luciano Amaral]

Comments on "Bye-bye Maria Ivone"

 

Blogger MSN said ... (5:01 da manhã) : 

"Eu bem estava sossegado a dar umas aulas..."

E boas aulas, professor.

MSN

 

Anonymous Cristina Ribeiro said ... (10:41 da tarde) : 

Ainda bem que cedeu ao assédio do Paulo(ele lá tinha as suas razões!),porque assim tivemos o prazer enorme de ler os seus"bitaites", de ter à nossa espera ,às quintas feiras,no DN, uma coluna que sabemos nunca nos vai decepcionar e,ainda mais, o prazer de o ler na Atlãntico.Obrigada!

 

Anonymous José Vilaça Miranda said ... (12:13 da manhã) : 

Que bom poder ler pessoas como o prof. Luciano. Agradecido, dr. Mascarenhas. Muito agradecido e que lhe paguem com a mesma boa moeda.

 

Anonymous Haroldo Junior said ... (5:27 da tarde) : 

eu achei seu site muito bom e gostaria de propor uma parceria
criei meu blog recentemente e ele tem recebido bastante visitas
meu blog
a minha proposta é a seguinte:

você coloca o meu link no seu site e eu coloco o seu link no meu site: www.by.blog.br


abraço aguardo resposta

 

post a comment