Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, março 10, 2006

Para quem diz coisas de outro mundo...

JPP'DikêSon
ZONG Portugal (Marmeleira)

Grande filho de Dikê(*), José Pacheco Pereira,

Barba sapiente e cerda sedosa, SALVÉ! Esperamos que esta missiva Vos encontre bem.

Temos recebido interessantes informações sobre a forma como Vos misturaste entre "eles", bem como sobre Vosso esforço na identificação de cavaquistas e pórtistas. Depois de teres procedido ao levantamento das características dos humanos, esse era, certamente, o passo necessário. Verificamos, no entanto, que a distinção não só não tem actualidade, como se tem revelado de difícil abordagem. Podereis, pois, avançar para assuntos mais interessantes e certeiros, que preservem o Vosso prestígio científico aqui no planeta ZONG.

Agrada-nos, também, a ideia da máscara por Vós escolhida para habitar entre os bípedes não cornudos e sem plumas. Com efeito, uma mente sem ocupação relevante, um filiado num partido que integra um tal PPE, uma afeição melosa pelo Prof. Cavaco Silva e um culto quase pornográfico pela história de singulares comunistas, obstam a qualquer tentativa de identificação taxonómica. Por conseguinte, também aqui entendemos que as questões eleitas para firmar a personalidade do Vosso disfarce têm vindo a perder a actualidade, e que nova mutação seria conveniente.

Seja como for, o relatório sobre questões diárias revela-nos diligência impressionante na protecção do nosso estilo de vida, designadamente no que se refere ao facto de não nos alimentarmos ou à nossa constante mudança de pele. Louvamos, de igual modo, algo como a parvoíce, enquanto atributo fundamental do processo de encobrimento.

Os tios Estaline e Elvis transmitem-Vos forte abraço.

Que a MOIRA esteja convosco nessa difícil missão!

Jabba
32000-121 ZONG

[Jacinto Bettencourt]

(*) Para quem não sabe, Justiça.

Comments on "Para quem diz coisas de outro mundo..."

 

Anonymous Anónimo said ... (2:14 da tarde) : 

que embirração mais estranha.... mas vcs estão sempre ressabiados pq ele nao vos liga nenhuma ?!?!?! e q tal deixarem-se de garotices??

 

Anonymous Anónimo said ... (2:32 da tarde) : 

AGORA ATACAM EM ALCATEIA COMO OS LOBOS

OS ACIDENTAIS SÃO TÃO PATETAS NAS SUAS OBSESSÕES COM O PACHECO PORQUE ELE VOS FAZ SOMBRA!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (2:41 da tarde) : 

agora entraram no insulto pessoal ao Pacheco
tende juízo!

 

Anonymous Anónimo said ... (2:44 da tarde) : 

Este é um post vergonhoso para o Acidental. Deviam retira-lo.

 

Anonymous Anónimo said ... (3:04 da tarde) : 

Estes comentários são todos ridículos.

 

Anonymous Anónimo said ... (3:38 da tarde) : 

disfarce não leva cedilha..

 

Anonymous Anónimo said ... (3:56 da tarde) : 

Pobre Jacinto ... desta vez calhou-lhe a si subir à pira para se imolar em ridiculo ..

Ainda vai a tempo de apagar o post ...

 

Anonymous JB said ... (4:08 da tarde) : 

Olhe anónimo, calha a todos.
JB

 

Anonymous Anónimo said ... (4:12 da tarde) : 

Mas fica-lhe bem. Assim, quem sabe, um dia vai a chefe de gabinete ou mesmo Governador Civil.

O anónimo

 

Anonymous Anónimo said ... (4:25 da tarde) : 

Não faça projecções, sff. Talvez V.Ex.ª tenha esses ofícios como o ponto alto da sua vida. Tenho pena sua.

 

Anonymous Anónimo said ... (5:44 da tarde) : 

o Bettencourt com dois tt diz que o JPP "obsta a qualquer tentativa de identificação taxonómica." Isto é que vos irrita: o homem é livre, já mostrou muitas vezes que não subordina os príncipios aos tachos e voc~es é o que se sabe.

 

Anonymous C.A.R. said ... (5:51 da tarde) : 

Vergonha!Como entendo agora o encerramento de várias caixas de comentários!Confirma-se que, além da inveja, o maldizer é uma idiossincrasia de muitos portugueses.

 

Anonymous Anónimo said ... (6:02 da tarde) : 

c.a.r.

POR ESSA ORDEM DE IDEIAS TINHAM QUE FECHAR ERA ESTE BLOGUE.

 

Anonymous Anónimo said ... (7:28 da tarde) : 

Experimente anónimo e talvez lhe partam a carta. Cobarde.

 

Anonymous Anónimo said ... (7:43 da tarde) : 

É impressaõ minha ou faltam textos nestes cimentários que já aqui estiveram?

 

Anonymous Anónimo said ... (7:54 da tarde) : 

É impressão sua. Quando um comentário é apagado, surge como apagado

 

Blogger CAA said ... (12:01 da manhã) : 

(*) Não será antes a Themis?

 

Anonymous JB said ... (12:24 da manhã) : 

Caro CAA,
Não. Dikê. Dikaiosyne, filha de Themis e de Zeus. Themis era a deusa da sabedoria.
Pode utilizar para isso o poema de Anaximandro,

To that they return when they are destroyed) of necessity; for he says that they suffer punishment and give satisfaction to one another for injustice. [parte fina, "adikias kata ten tou cronou taxin" - o meu grego não anda grande coisa), e passagens sobre o mesmo: Theophrastos, Dox. 477) Simpl. Phys. 6 r; 24, 26. «Among those who say that the first principle is one and movable and infinite, is Anaximandros of Miletos, son of Praxiades, pupil and successor of Thales. He said that the first principle and element of all things is infinite, and he was the first to apply this word to [Page 12] the first principle; and he says that it is neither water nor any other one of the things called elements, but the infinite is something of a different nature, from which came all the heavens and the worlds in them ; and from what source things arise, to that they return of necessity when they are destroyed ; for he says that they suffer punishment and give satisfaction5 to one another for injustice according to the order of time, putting it in rather poetical language.»

Embora Heidegger, uma vez mais, vá mais longe: http://www.webcom.com/~paf/grk/anax1.html

Cumprimentos,

JB

 

Anonymous Anónimo said ... (2:19 da manhã) : 

aquele anónimo tem graça: não lhes liga nenhuma? Escreve sobre eles na imprensa mainstream e não lhe liga nenhuma? Eh, eh,eh,eh..

 

post a comment