Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, março 31, 2006

Miss Stone is ready for her close-up

O Verão de 1992 foi o meu último na condição de adolescente. Guardo escassas recordações desses meses em que já era estudante universitário e debatia-me com cadeiras teóricas que - adivinhava já e agora tenho a certeza - em nada me preparariam para a profissão que já então escolhera. Mas há uma lembrança obrigatória: a falta de dinheiro manteve-me em Lisboa ao longo desses meses tórridos e por isso acabei por ser desafiado a ir ao cinema (provavelmente no defunto Alfa Triplex) umas três ou quatro vezes para assistir ao célebre descruzar de pernas em “Instinto Fatal”. Sempre que alguém regressava à capital fazia questão de rapidamente inteirar-se da existência de Sharon Stone, recém-chegada à ribalta quando já contava a idade que eu actualmente tenho. Acabei por ver o filme apenas duas vezes. Mais do que isso seria um exagero.
Hoje de manhã fui ao visionamento da sequela “Instinto Fatal 2”. Não fiquei especialmente impressionado e não irei desvender grande coisa sobre o “plot”, mas é certo que os anos foram carinhosos com a senhorita Stone, que continua para as curvas. Literalmente.

[Leonardo Ralha]

Comments on "Miss Stone is ready for her close-up"

 

Anonymous inquisidor said ... (4:09 da tarde) : 

TARADO.
Já não bastava o blogue estar infectado com gente de esquerda e ainda foram contratar um tarado de meia idade a babar-se.

 

Anonymous Leonardo Ralha said ... (4:59 da tarde) : 

Um inquisidor que não sabe ler não é propriamente uma novidade. Mas que também não sabe fazer contas já é mais perturbador.

Passe bem.

 

Anonymous inquisidor said ... (5:24 da tarde) : 

MEU CARO TARADO,
Pelas contas aqui do inquisidor o Leozinho terá 35 ou 36 anitos, o que nos tempos que correm não andará muito longe da meia idade. Já para não falar do facto de alguém ir bater sarapitolas para um cinema ver uma idosa com 48 anos a descruxar pernas, às 9 da manhã, não ser muito normal. Mas enfim, cada maluco com a sua tara!

 

Anonymous Leonardo Ralha said ... (5:27 da tarde) : 

Inquisidor.

As contitas lá voltaram a sair errados, mas tudo bem. Sempre faz conjunto com o resto do burricínio. Felicidades e, se for esse o seu “métier”, boas sarapitolas.

 

Anonymous inquisidor said ... (5:36 da tarde) : 

TARADO,
Em 92 Miss Stone tinha 35 anos. Nem é preciso fazer contas ó tótó do caraças. Nem vale a pena dizer onde, afinal, para a burrice. Mas com essas orelhas é natural que nem consiga perceber nada.
Quanto ao "métier", desconheço o que seja, mas não tenho vagar para cinemas às 9 da matina de um dia de trabalho, a alarvar pipocas e para babar a ver outros gajos a fazerem o serviço que o meu amigo gostaria de fazer com a referida senhora!

 

Anonymous Leonardo Ralha said ... (6:00 da tarde) : 

Encerrando um debate tão vazio quanto imbecil é o seu anónimo iniciador, devo esclarecer que nos visionamentos de imprensa não há pipocas e, tanto quanto tenha percebido, ninguém se baba, a não ser que adormeça durante a nova obra prima de Oliveira. Também não ocorrem às nove da matina, pois os críticos de cinema não conseguem acordar tão cedo. Dito isto, dou-lhe os meus parabéns pela sua prodigiosa imaginação quanto ao que outras pessoas pretendem fazer à senhorita Stone. Pela minha parte, escrevi apenas que ela continua uma mulher bonita. E, pelo menos no meu caso, isso não passa de uma constatação que não envolve necessariamente "sarapitolas".

Votos de boa sorte na difícil tarefa de aprender a utilizar o nome verdadeiro quando comunica com as outras pessoas.

 

Anonymous inquisidor said ... (6:17 da tarde) : 

Enquanto iniciador deste debate, não me parece que o Leozinho seja assim tão imbecil. Vá está bem, talvez seja um bocado!
Quanto ao resto, registo unicamente o seu silêncio quanto à questão da idade da senhora Stone. Bem sei que é difícil admitir os erros (para mais sendo jornalista), mas podia fazer um esforço.
Bom fds

 

Anonymous Anónimo said ... (6:38 da tarde) : 

Oh Inquisidor:

Já não podes perseguir Cristãos-Novos e Judeus em geral; mouriscos ou profetas(como o Bandarra ou Grande Vieira). Já não podes perseguir dramaturgos e poetas; já não podes interrogar obsessivamente o Bocage na sala das perguntas - babando ao ler os versos mais ousados. Já não tens os calvinisats e os luteranos. Já não tens as fogueiras e o rossio por tua conta. Nem a pide já tens ou os comunas para pores no Tarrafal ou em Peniche(ou ao menos, à falta destes, de simples democratas ou liberais ou então um lápis azul ou doutra côr).
Vens então para aqui exibir a face de desempregado desconsolado. Será que cabes nalgum dos futuros 150 000 postos de trabalho do Sócrates?
No próximo dia 5 de Abril( se não me engano na data) celebra-se o teu desemprego - 5 de Abril de 1821 (por decreto das cortes de Lisboa).
Cumprimentos
Pedro Rodrigues

 

post a comment