Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

quinta-feira, março 16, 2006

Alaridos e silêncio abrupto

Não compreendo muito bem o alarido que por aí vai acerca dos nomes escolhidos por Cavaco Silva para Belém e para o Conselho de Estado. João Carlos Espada, por exemplo, tem recebido críticas da esquerda a alguma direita, mas parece-me uma belíssima escolha, mesmo que politicamente incorrecta para alguns ilustres bem-pensantes.
De resto, Cavaco continua igual a si próprio. Mas quem é que acreditou que ele fosse outro? Paulo Gorjão, por exemplo, está aparentemente escandalizado por ter descoberto esta evidência: o Presidente da República é o mesmo que um dia foi primeiro-ministro, apenas com pouco mais de uma década em cima. Interessante é o silêncio abrupto de José Pacheco Pereira, que passou ao lado das escolhas do novo PR, ao contrário de Marcelo Rebelo de Sousa. Presume-se que esteja a guardar o seu profundo pensamento sobre o assunto para um artigo mais longo no "Público" ou talvez para uma das suas próximas obras literárias.

[Paulo Pinto Mascarenhas]

Comments on "Alaridos e silêncio abrupto"

 

Anonymous Anónimo said ... (9:16 da manhã) : 

Mais uma parvoíce ainda por cima fala sobre o JPP que se pronunciou na SICN sobre a Casa Civil... Já basta com esta obsessão ainda por cima mentirosa!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (9:17 da manhã) : 

CORRIGIDO: Mais uma parvoíce ainda por cima falSa sobre o JPP que se pronunciou na SICN sobre a Casa Civil... Já basta com esta obsessão ainda por cima mentirosa!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (9:27 da manhã) : 

Mais uma mentira ó PPM. Eu ouvi o PP a falar dos ataques injustos à Casa Civil, como aqueles que o Espectro fez e não vi referidos no Acidental. Peça desculpa!

 

Anonymous Anónimo said ... (9:57 da manhã) : 

O PPM gosta de escrever o nome do José Pacheco Pereira e a palavra Abrupto nos seus textos. É uma forma de aumentar as visitas.

 

Anonymous Anónimo said ... (11:13 da manhã) : 

Então o desmentido e as desculpas ao JPP ainda não vieram?

 

Anonymous Anónimo said ... (11:26 da manhã) : 

Por falar nisso o Abrupto ultrapassou as três milhões de pageviews com o sitemeter enão com o fabuloso contador do weblog!

 

Anonymous Anónimo said ... (12:13 da tarde) : 

Então caladinho depois de meteres a pata na poça?

 

Anonymous Anónimo said ... (12:28 da tarde) : 

Eh, pá, caramba, será que este anónimo é o Pacheco? Se não é deve ser o personal assistant da Marmeleira.

 

Blogger PPM said ... (12:32 da tarde) : 

Qual pé na poça, anónimos? A Quadratura tem cada vez menos audiência e preciso de uma fonte credível - e não anónima - que me transcreva exactamente o que Pacheco Pereira disse sobre o assunto. Na transcrição de hoje no DN nem uma linha, uma vez mais. Por escrito é que vale, mas o Abrupto não tem espaço, com tanto correio de leitores e fotografias do espaço, não é? E no Público o melhor é escrever sobre o congresso do PSD.
Não se enervem, por favor.

PPM

 

Anonymous Anónimo said ... (12:51 da tarde) : 

ai só vale por escrito? ridiculo

 

Anonymous Anónimo said ... (12:54 da tarde) : 

PPM a fugir de dar a mão á palmatória. o que ele escreveu foi que JPP não falou da casa do Presidente, o que é redondamente falso...
esta obsessão com o JPP só dá asneira

 

Anonymous Anónimo said ... (1:03 da tarde) : 

Que desonestidade PPM. O que você diz nada tem a ver com a escrita: "Interessante é o silêncio abrupto de José Pacheco Pereira, que passou ao lado das escolhas do novo PR, ao contrário de Marcelo Rebelo de Sousa." Marcelo nunca escreveu sobre o assunto como o Pacheco Pereira não fez, mas pronunciou-se. Por isso oq ue diz é mentira. Devia pedir desculpa.

 

Anonymous Anónimo said ... (1:10 da tarde) : 

O PPM também não disse nada quando o Espectro atacou as escolhas de Cavaco!!
Já não há pachorra para tanta duplicidade.

 

Anonymous Anónimo said ... (1:16 da tarde) : 

o Espectro já se finou, a Atlântico vai-se finar, ó Abrupto JPP dá cá um balão para o PPM chatear!

 

Anonymous Anónimo said ... (1:20 da tarde) : 

já agora, alguém me diz como se chega a esse famoso controlo do blog? com o sitemeter pode-se ir lá 100 vezes num dia a mesma pessoa.

 

Anonymous Anónimo said ... (1:28 da tarde) : 

A Quadratura está a perder audiência?

Peça a informação á SIC, logo vê.

Estamos já no nivel do delirio total...

 

Anonymous Anónimo said ... (1:50 da tarde) : 

Os ataques sistemáticos que este blog faz contra o dr.Pacheco Pereira só honram a sua independencia, e o facto de nunca ter tido ilusões sobre a hipocrisia do dr. Portas. É isso que leva a estes ataques infantis e virulentos por tudo e por nada, O Acidental desiludiu-me, tornou-se sectário e pouco tem a ver com a direita que respeita o dr. Pacheco Pereira e que o viu defender coisas para que é preciso ter mais coragem do que escrever aqui.
Lamento

Alberto Sousa Fernandes

 

Anonymous JPP said ... (3:07 da tarde) : 

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 

Anonymous FTS said ... (3:12 da tarde) : 

Estes vossos comentadores lambe-botas do Pacheco devem ser avençados da Marmeleira. O Alberto, então, deve ser primo ou prima do gajo. Ou será que andou na serra com ele? Desamparem a loja se não gostam do que lêem, ó filhos de uma... bem não digo mais nada se não ainda me apagam isto. Mas deve haver para aqui muito ressentidinho da silva. O que lhes tirou o PPM? Algum cargo, não ?

Cumprimentos,

Filipe Teixeira Sousa

 

Anonymous Edufe said ... (3:14 da tarde) : 

O Pacheco Pereira é um satélite do Prof. Cavaco. Mas um satélite rejeitado. É isso que o magoa tanto, coitado. tenham pena dele e das amigas.

Eduardo Fernandes

 

Anonymous Anónimo said ... (3:16 da tarde) : 

Não sei do que eles estão a falar. Ouvi ontem o Quadratura e quase só falaram sobre o Mendes e o Castro. Só se foi quando saí da sala para ir vomitar perante as ignomínias que escutei. Cerce com essa gentalha, acidentais!

 

Anonymous Anónimo said ... (3:17 da tarde) : 

aquela senhora anónima lá de cima escreve com muitos erros, coitada, precisava de um editor.

 

Anonymous Anónimo said ... (3:29 da tarde) : 

Continua o PPM sem pedir desculpa...Essa é que é essa

avençado sem ser pelo Portas

 

Anonymous Anónimo said ... (3:32 da tarde) : 

Esse odio infantil ao JPP é tipico do BE, parecem o BE!!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (3:58 da tarde) : 

esse amor gerontocrático pelo JPP é típico de senhoras ociosas, parecem a ana drago e o louçã!!!!!

 

Anonymous Anónimo said ... (4:00 da tarde) : 

continuam os anonimos sem assinar o que escrevem. não peça desculpa a ninguém, ppm, que eles não merecem nem um estalo, quanto mais um pedido de desculpa. o serviço anda por aqui.

Agente X

 

Anonymous Anónimo said ... (4:14 da tarde) : 

isto está uma vergonha, é o que dá fazer ataques pessoais, não é PPM?
a não ser que seja para animar as audiências.

 

Anonymous Anónimo said ... (4:25 da tarde) : 

A culpa disto tudo é do Moita de Deus que no outro dia veio postar que o Acidental tinha poucos comentários comparado com outros blogs com menos audiência. Vai daí o PPM deu em atacar...

 

Anonymous Anónimo said ... (4:32 da tarde) : 

a vergonha anónima é insuportável, mas isto já parece o espectro, tá bom dimais.

 

Anonymous Anónimo said ... (5:03 da tarde) : 

LIXO ATRAI LIXO

 

Anonymous Anónimo said ... (6:33 da tarde) : 

OLHA QUEM ESCREVE!
TEM TODA A RAZÃO, BASTA O LER A SI.

 

Anonymous libertas said ... (11:13 da tarde) : 

Mas a quem interessa o que diz JPP?

 

Anonymous Anónimo said ... (9:07 da tarde) : 

O programa da Quadratura do Círculo a que se referiram é o da semana passada.

 

Anonymous Isidoro Rodrigues said ... (10:34 da tarde) : 

Ah, é o da semana passada, ó melga, mas olha que o que se está a falar é desta e não ouvi um comentário do José sobre as nomeações para o Conselho de Estado... dorzinha de cotovelo do marcelo, ó dr?

 

post a comment