Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

terça-feira, janeiro 31, 2006

Coteries literárias

Ainda a propósito da "nota certeira no Esplanar contra a troca grupal de elogios mútuos, uma das pragas da blogosfera, herdeira do mesmo tipo de atitude já antiga nos nossos meios literários" - frase que cito do Abrupto - gostaria de saber o que pensa Pacheco Pereira sobre a crítica que saiu ontem na pág. 11 do "Público" assinada pelo director José Manuel Fernandes? A crítica é sobre o último livro de Pacheco Pereira e é publicada no mesmo jornal em que o comentador escreve todas as semanas. Não sei se JMF não é amigo de PP, ou se PP não é amigo de JMF, mas calculo que não sejam propriamente desconhecidos.
A mesma "nota certeira" poderia ser feita em relação aos meios de comunicação social a que Pacheco Pereira deu entrevistas sobre o seu último livro - "Sábado" e SIC, por exemplo - e em que Pacheco Pereira colabora regularmente. Eu sei, é verdade, "há hoje no mundo literato vários sistemas e subsistemas grupais competindo pelos mesmos "bens", influência, artigos, colunas, programas de televisão, entrevistas, promoções, editoras, colóquios." Pois há.

[PPM]

Comments on "Coteries literárias"

 

Blogger Rui Castro said ... (4:27 da tarde) : 

PPM,
Há gente que se esquece que estas coisas da decência e dos compadrios são uma estrada de dois sentidos. Simpatizo com JPP mas acho que por vezes se põe (a ele próprio) no alto, como se estes princípios que ele próprio invoca não lhe fossem aplicáveis.

 

Anonymous Anónimo said ... (5:11 da tarde) : 

é o problema de ser um país com poucos intelectuais. frequentam-se todos uns aos outros. A solução é abrirem-se ao exterior.

 

Anonymous fep said ... (6:00 da tarde) : 

apanhaste o homem.

 

Anonymous Anónimo said ... (7:36 da tarde) : 

E que dizer das muitas entrevistas que o PPM deu nos últimos dias a propósito da revista Atlântico, nomeadamente nos jornais económicos que, por acaso..., fazem publicidade na dita revista?

 

Blogger El Ranys said ... (7:42 da tarde) : 

Este país, mai'las suas elites, é um gigantesco clube de "swing", ainda que por vezes assexuado...

 

Blogger Paulo Pinto Mascarenhas said ... (8:32 da tarde) : 

Só respondo para já ao penúltimo anónimo: sim, o que dizer? Dizer que o mundo é muito pequeno e Portugal uma gota de água. Que todos se conhecem neste lugar. Chega-lhe? Não fui eu que andei a tentar moralizar a pátria cultural, pois não? Então não seja anónima e dê a cara pelo que escreve. Como eu faço.

PPM

 

Anonymous Anónimo said ... (10:51 da tarde) : 

Nem vou dormir à espera de saber o que pensa o JPP desta nota do PPM, "o fundador do Acidental". Suspiro pelo próximo Early Morning Blog. Imagino um poema chamado: o que tu queres sei eu ...

 

Blogger PPM said ... (11:57 da tarde) : 

Eu não sei é como é que eu vou conseguir dormir para ler o seu próximo comentário, anónimo - ou será anónima? Não guarde rancores que isso é muito feio. Ou se os guarda, assuma-os com todas as letras do seu nome. Era mais bonito.

PPM

 

Anonymous Anónimo said ... (12:20 da manhã) : 

Durma descansado.
Sou inofensivo. Não valho uma insónia.
Mas não sonhe com o JPP, que se lhe azeda a noite.

 

Anonymous Anónimo said ... (12:32 da manhã) : 

É fantástico... escrevi um dos comentários anónimos e agora o PPM acha que os escrevi todos. E escrevi logo aquele que tanto o xateou. É preciso azar.

 

Anonymous Anónimo said ... (12:40 da manhã) : 

Não, desculpe lá, mas esse fui eu.

 

Anonymous José Mário Silva said ... (1:49 da manhã) : 

Na mouche, Paulo.

 

Blogger João Pedro said ... (4:18 da tarde) : 

Acrescento à lista a entrevista (aliás bastante interessante) que teve honras de capa, à revista "Actual", suplemento do jornal "Expresso"... para o qual JPP já caloborou.

 

post a comment