Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

domingo, novembro 13, 2005

O candidato presidencial de direita (II)

Uma das queixas recorrentes entre as pessoas da minha área política é que, nestas eleições presidenciais, "não há nenhum candidato de direita". Estas pessoas que se queixam, queixam-se com alguma razão, porque Cavaco Silva, sendo o único que não é de esquerda, também não é seguramente um candidato de direita. Falta saber a quem cabe a principal responsabilidade de tal vazio à direita, mais de trinta anos depois do 25 de Abril.
Não querendo fazer de queixinhas, parece-me que, a existirem culpas, estas só podem ser atribuídas a quem é de direita, desde logo a quem dirige o único partido que se assume como tal. Porque, de Cavaco, não são certamente. E é por isso que vou votar no candidato presidencial que, não sendo de direita, é o único que não é de esquerda.

[PPM]

Comments on "O candidato presidencial de direita (II)"

 

Anonymous Anónimo said ... (11:53 da tarde) : 

Caro PPM
Não sendo republicano olho para as presidenciais com o voyeurismo de quem assiste a uma catástrofe natural.No entanto, estando filosóficamente à direita, preocupa-me o entusiasmo que pessoas inteligentes (como V.)revelam por uma candidatura que está filosóficamente à esquerda.Ser a menos-má-das-piores
não a transforma numa boa candidatura. A ausência de outras candidaturas não deve ser imputada a Cavaco - diz V. com razão.Pois não.Mas também não deve ser motivo
para que alguém vá votar em quem não quer, e sobretudo, em quem não deve.
Cumprimentos
Grimm & Brothers

 

Anonymous Chico de Óbidos said ... (7:25 da manhã) : 

No que concerne a candidatura de CS, sinto um pouco o reverso do ódio que todos nutrem pelo Dr. Paulo Portas.
Afinal, e durante anos, andaram a despresar a direita, porque raio de carga de àgua há-de ser esta mesma direita a sujeitar-se a este candidato?
Penso que a direita se deve unir em redor de uma figura que a represente efectivamente.
Tem que haver respeito. Se não somos respeitados, não merecem o nosso respeito.
Ainda mais que nem sou republicano.

 

Blogger magnuspetrus said ... (11:27 da manhã) : 

Enquanto Portugal não se livrar dos traumas criados pela esquerda, nunca teremos uma verdadeira direita neste país, sem que com isso alguém os apelide de fascistas

 

Anonymous brmf said ... (11:32 da manhã) : 

Não concordo nada com este post. Uma proliferação de candidaturas à direita só iria permitir provavelmente uma vitória da esquerda. À segunda volta só passam os dois candidatos com mais votos. Eu também sou de direita mas existe um provérbio que diz: "mais vale um passáro na mão do que dois a voar". E quanto ao mais, não é imperativo que um PR seja de direita ou de esquerda porque não é ele que vai decidir uma política de direita ou de esquerda, o PR só necessita de ser credível e sério, o que me parece ser o caso de CS apesar de discordar em muitas coisas do que fez (ex. a culpa da função pública chegar à dimensão que chegou deve-se em grande parte aos seus governos). Contudo, não me parece que fosse Paulo Portas um candidato vencedor (parece-me que o seu post ia nessa direcção, ou será que estou enganado?), assim sendo e porque acho que CS vai ser um bom PR terá o meu voto..."docontra.blogs.sapo.pt"

 

Blogger HB said ... (2:05 da tarde) : 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 

Blogger HB said ... (2:09 da tarde) : 

Meus caros, toda esta conversa me parece um imenso disparate, mas, muito bem façamos que sim. As presidenciais são, por natureza, uma decisão individual. Ou, no mínimo, exigem uma disponibilidade individual. Expliquem-me, só por curiosidade, quem era esse candidato, quem foi o homem - ou mulher - que queria, podia e não avançou. Digam-me, onde está esse culpado. É que o raciocínio tem de ser esse, Paulo, a haver culpado, o culpado é quem não se candidatou.
Eu, por exemplo, tenho pena que o Ernâni Lopes não tenha avançado. Era o meu candidato preferido.
Abraços. AKA achoeu.blogspot

 

Blogger PPM said ... (2:26 da tarde) : 

As conversas nunca são um imenso disparate, Henrique, a não ser que a opinião seja considerada um delito. O culpado não é quem não se candidatou, pelo simples motivo que quem não se candidatou o fez simplesmente por não ter condições para o efeito porque quem as deveria ter encontrado nem se preocupou com essa possibilidade. Complicado? Nem tanto assim.
Prefiro o Cavaco ao Ernâni.

PPM

 

Anonymous Anónimo said ... (2:32 da tarde) : 

E prefere o Cavaco ao Portas?

 

Anonymous Anónimo said ... (2:37 da tarde) : 

Pode explicar melhor esta frase: "O culpado não é quem não se candidatou, pelo simples motivo que quem não se candidatou o fez simplesmente por não ter condições para o efeito porque quem as deveria ter encontrado nem se preocupou com essa possibilidade."?
Já agora, recorde-nos a página 43 da moção Afirmar Portugal, sff.

 

Anonymous chico de Óbidos said ... (3:24 da tarde) : 

Meu caro PPM e mais anónimos.
O que se tem estado a dizer é que, e apesar do partido ter dito uma coisa, existe muita gente descontente com o facto de não haver uma candidatura autónoma que represente os valores e aquilo em que acreditamos e que queremos para Portugal.
Acho um erro o CDS estar sempre à espera do PSD para fazer o que quer que seja, e nessa medida aplaudo desde já a atitude da Dra. Maria José Nogueira Pinto que teve a coragem de dizer não ao PSD.

 

Blogger PPM said ... (4:03 da tarde) : 

Isto não é só uma questão do CDS. É uma questão estrutural da direita. Se os senhores que comentam lessem primeiro com alguma atenção o que é escrito, teriam lido que escrevi que "a existirem culpas, estas só podem ser atribuídas a quem é de direita", antes de ter falado de qualquer partido.
O que é lamentável é que a direita não tenha ainda hoje, trinta anos depois da revolução, as condições objectivas ou subjectivas para apresentar um candidato vencedor _ porque é isso que interessa ou interessaria. Nada mais.

PPM

 

Blogger PPM said ... (6:50 da tarde) : 

Mas, repita-se, só para que não haja qualquer dúvida, apesar de já o ter escrito: a direita vai votar Cavaco Silva. Eu, obviamente, também.

PPM

 

Anonymous Anónimo said ... (12:01 da manhã) : 

Felizes dos holandeses,dos dinamarqueses,dos belgas,dos espanhóis,dos suecos,dos ingleses,dos noruegueses, dos canadianos (pois!), dos australianos (pois outra vez!),dos luxemburgueses, dos japoneses, que não precisam de se preocupar com estas miudezas e podem gastar as suas energias em cogitações mais proveitosas.Mas parece que até Janeiro o assunto vai ser este.Seja.Convém por isso, talvez relembrar, que existe uma imensa minoria que se reclama do pensamento democrata-cristão,social-cristão,conservador,liberal-conservador que não se sente representada por CS e que provavelmente CS também não quer representar. É esta gente que um dia se sentou à direita do hemiciclo nos tempos da repugnante revolução francesa que obviamente não vai votar Cavaco.Ainda que,meu caro PPM, v. com brilho e tenacidade tente provar o contrário.

grimm & brothers

 

post a comment