Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

quarta-feira, setembro 28, 2005

Uma campanha criativa

Ideias básicas - Lisboa com projectos de princípio, meio e fim (zig)
Ideias pop - Distritos como Barcelona. Mesmo que a lei não o preveja (zag)
Ideias complexas – Manifesto de campanha. 32760 caracteres de ideias consistentes para Lisboa (zig)
Ideias simples – Afinal Lisboa precisa de ideias simples que resolvam problemas concretos (zag)
Ideias fáceis – Afinal em Lisboa o PS gosta da Bárbara (zig)
Ideias quiméricas - Portagens à entrada da cidade para resolver o trânsito (zag)
Ideias acessíveis - Carmona Rodrigues é quase corrupto (zig)
Ideias intricadas – Um jardim em cada bairro (zag)
Ideias fundamentais – Bárbara em campanha ao lado do marido (zig)
Ideia etéreas – Em vez de ideias, Lisboa precisa de objectivos. Metade dos carros em apenas quatro anos (zag)
Ideias fundamentais – Bárbara em campanha ao lado do marido (zig)
Ideias em fascículos – ouvir 500 especialistas para fazer um programa (zag)
Ideias fundamentais - Bárbara em campanha ao lado do marido (zig)
Ideias criativas – 500 novas empresas, 6000 empregos e 100 milhões de euros. Afinal Carrilho consegue resolver sozinho o problema da modernização da economia, do desemprego e do défice (zag)

[Rodrigo Moita de Deus]

PS: Carrilho preparou-se durante três anos. Três anos! Três anos a falar de Lisboa e de quanto gostaria de ser candidato à autarquia. Três anos para pensar no que precisava de dizer para ganhar. Três anos para pensar no que faria se ganhasse. Três anos a fazer birrinha. Três anos onde tudo fez a pensar nesse objectivo. Três anos é muito tempo. Três anos e depois sai isto. Uma campanha ao sabor da notícia do dia seguinte. Se ainda alguém tinha dúvidas sobre as qualidades humanas, técnicas ou políticas do senhor Carrilho, depois desta campanha está certamente esclarecido.

Comments on "Uma campanha criativa"

 

Anonymous sua fã de dedo em riste mas achando graça said ... (2:10 da tarde) : 

Desculpe quem estiver ouvindo, mas o assunto é com aquele rapaz ali...
Em primeiro lugar e com todo o respeito, "vítima" é a boa senhora sua tia, prima, vizinha, ou quem o senhor desejar.
Não disse que não me diverti com o livro; o problema é que fiquei a me sentir praticamente um macho da espécie, porque me identifiquei com muito pouco além da cena do vestido. Bem, talvez também com aquela em que a moça responde com grunhidos e cara de mártir à pergunta "há algum problema, querida?"... E com o pensamento recorrente "ah, o meu príncipe encantado nunca faria essa cara de mané"... E também com aquela outra parte... Deixa pra lá! Olhe que eu escrevo um livro sobre homens que só servem para abrir potes e vamos ver se o senhor acha divertido!

 

Anonymous bilis said ... (2:16 da tarde) : 

estas tão empenhado em quilhar o carrilho, que te esqueces de promover o carmona, pázinho. pareces o psd de fevereiro a malhar no socrates...

não arranjas nada a provar que ele é maricas? estas a guardar para a semana?

 

Blogger PmCDP said ... (2:38 da tarde) : 

É a política... Eles todos até podem ter umas ideias certas, mas como são políticos tendem a estragá-las. E aí, tanto faz ser do psd como do ps. O Carrilho tende a exagerar nas palhaçadas porque pensa que não é um político e então acha que está em desvantagem.

 

Anonymous Esquizoide said ... (4:23 da tarde) : 

Por favor, mudem de agulha, que a «His Master's Voice» já há muito que faliu. Dediquem-se antes a fazer uma introspecção cuidada e depois falamos. MJNP à beira dos 3%. Viva a solidariedade de quermesse!

 

Anonymous gpn said ... (8:19 da tarde) : 

grande posta Rodrigo. O bilies demonstra uma incoerencia gritante. Porque é que vez de atacar o Rodrigo não defende as criticas que são feitas ao Carillho? Será porque não ha defesa possivel? Em relação ao Socrates, e triste que depois de ter sido avisado ainda votou nele, nao e? Eu sei que esta arrependido, mas nao se pode queixar....

 

Anonymous Igrejas said ... (8:40 da tarde) : 

rodrigo,pq gostas tanto de utilizar "PS"?2 posts consecutivos?e ainda criticas os tipos do arte da fuga .ou será um transvio socialista?

 

Anonymous bilis said ... (10:54 da manhã) : 

gpn
não há incoerencia nenhuma, votei socrates e votaria hoje de novo. quanto mais não fosse porque as opções do seu lado, são muito perto do inimputavel.

não me cabe a mim defender o carrilho, era o que mais faltava. acho apenas que apontar como facto condenavel a mulher dele acompanha-lo é tão demagógico como menosprezar o santana por ser bon-vivant ou o portas por ser homossexual.
se acha que a campanha deploravel que fizeram contra o socrates deu resultado, continua einstein...

 

Blogger LCV said ... (4:14 da tarde) : 

E as 306 medidas em 180 dias, convém ler e postar de seguida.

 

Anonymous gpn said ... (7:24 da tarde) : 

Caro Bilis (pesso desculpa pelo meu erro anterior),
Vê com há incoerencia "votei socrates e votaria hoje de novo. quanto mais não fosse porque as opções do seu lado" votou no Socrates porque os outros eram "maus". Interessante, que após o "trabalho" que ele tem feito ainda merece o seu voto e os seus elogios. O que eu defendo é uma diminuição do peso do estado, uma diminuição das despesas, dos previlegios desmesurados dos funcionarios publicos, etc..., ou seja menos estado e mais iniciativa privada. Menos subsdios e mais investimentos. Voce não, a diferença é essa!... com ou sem Einstein´s

 

post a comment