Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, setembro 23, 2005

Theo be or not Theo be



Faz parte das convenções educadas europeias que "os americanos são estúpidos e incultos", normalmente a pretexto de não saberem coisas como onde fica Lisboa ou Oslo, ou se a Espanha tem um Rei ou um Presidente. Sabe-se lá porquê, a geografia e a política europeias são o critério da inteligência e da cultura, mesmo se os europeus ignoram o mesmo género de coisas sobre os outros continentes, África, Ásia ou, claro, América (na verdade, ignoram muitas coisas sobre a Europa também: a quantidade de europeus que não sabe onde é nem sequer o que é Lisboa impressiona-me sempre que vou a outros países europeus).
Que o New York Times, por exemplo, publicasse uma peça sobre a monarquia inglesa colocando uma imagem de Isabel I dizendo que era Isabel II seria considerado certamente uma demonstração da famosíssima incultura americana.
Pois o Público de hoje (mal acomparando, uma espécie de New York Times cá da terrinha) lá traz um artigo, no suplemento Y, relativa ao próximo filme de Martin Scorsese, sobre o Presidente americano Theodore Roosevelt (que será representado por Leonardo DiCaprio). O artigo vem ilustrado, porém, por uma fotografia do Presidente Franklin Delano Roosevelt.
Isto demonstra não só ignorância histórica como uma grande ignorância política: o mesmo nome separa duas filosofias políticas completamente diferentes.
E já agora: Theo is the Man.
[Luciano Amaral]

Comments on "Theo be or not Theo be"

 

Blogger Teófilo M. said ... (1:04 da tarde) : 

O Público, infelizmente já nos habituou a esse género de erros, aliás como muitos jornais e revistas portugueses; bastaria ler as secções "O/A xxx errou" para se compreender a leviandade com que se publicam coisas neste País.

Isto falando apenas nos que mantêm uma secção desse tipo, pois muitos nem se dão ao trabalho de reconhecer os próprios erros.

Pegar nesse facto, para argumentar sobre a proverbial incultura dos americanos, sobre o que se passa fora dos USA, parece-me ser um pouco demagógico.

 

Blogger Henrique Raposo said ... (1:20 da tarde) : 

Digo mais, Luciano: Theo Forever.

 

Blogger Paulo Cunha Porto said ... (1:34 da tarde) : 

Não sejam maus, afinal, apesar de diferentes politicamente, os dois até eram primos...

 

Anonymous luispedro said ... (3:17 da tarde) : 

Normalmente a qualquer comentário de os americanos não sabem qual é a capital de Portugal? respondo Qual é a capital da Estónia? Raramente me souberam responder.

 

Blogger João Pedro said ... (12:04 da manhã) : 

Reparei no erro ainda há pouco, quando tentava encontrar pontos de comparação entre Leo e Theo: não estava lá a bigodaça e a fotografia era bem mais recente.
É verdade que há inúmeros erros entre os jornais europeus (como aquele pedante colunista do Sunday Times, que dizia que tinha havido importantes navegadores portugueses, só que ninguém os conhecia nem sabia o seu nome). Obviamente isso não invalida que muitos americanos pensem que Portugal fica na américa do sul, ou que o homem nunca chegou à lua.
De resto...Franklin forever.

 

Blogger João Pedro said ... (12:06 da manhã) : 

Ah, e mais uma coisa: o Luciano não acha que se theo Roosevelt estivesse actualmente à frente dos EUA, a invasão do Iraque, cujas "vantagens" está constantemente a relembrar, não se teria realizado?

 

Anonymous FNV said ... (2:11 da manhã) : 

Não sabia desse filme em preparação. Sou um leitor dedicado do African Game Trails do Theodore. As suas teorias sobre alguns povos africanos são deveras engraçadas.

 

Anonymous brother said ... (12:24 da tarde) : 

theo ou frank?
o que importa é que foram os dois bons maçons.

 

post a comment