Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

terça-feira, setembro 20, 2005

Políticos, Corruptos e Porcos

Num destes dias, em amena conversa política, digo para um amigo: «Esse tipo não é um bom político. Não percebe como se encara e pratica este “jogo”. Não serve para isto». Responde-me ele: «Está bem! Mas é um tipo sério».
Hoje em dia não se comparam políticos pelas suas qualidades enquanto…. políticos. A coisa parece estar tão fraca que a bitola é entre “sérios” e “não sérios”. Não faltará muito para os dividirmos entre “corruptos” e “não corruptos”, “porcos” e “não porcos”, e por aí fora…
Se calhar até já chegámos lá. Quem perde é a política que deixa de ser uma relação entre eleitos e eleitores, para passar a ser uma luta de galos em volta dos ovos de ouro.

[Bernardo Pires de Lima]

Comments on "Políticos, Corruptos e Porcos"

 

Anonymous Anónimo said ... (5:06 da tarde) : 

... mas piadinhas sobre o Benfica esta semana chapéu! ahahahha!!!!!

 

Blogger Bernardo Pires de Lima said ... (5:43 da tarde) : 

Anonymous
Apenas reproduzi um mail que me mandaram. Não era da minha autoria, pois não tenho imaginação para tanto.De qualquer forma registo que lê o que escrevo. Mas se lesse correctamente certamente teria reparado que escrevi, também, não ter o hábito de fazer a festa à terceira jornada nem tão pouco rejubilar com a derrota dos outros. Derby é derby, apenas isso. De qualquer forma, fico muito satisfeito por me identificar de imediato com um dos lados, neste caso o Sporting.
Volte sempre.

 

Anonymous Anónimo said ... (5:49 da tarde) : 

É justo.

Grande abraço.

 

Blogger Cafonso said ... (6:06 da tarde) : 

É interessante comparar políticos pelas suas características como tal, mas para isso era preciso que as pessoas lessem coisas chatas como programas eleitorais, uma ou outra crónica que o político tivesse, etc...

Ora isso custo muito, é muito mais fácil fazer como a minha mãe, não gosto deste porque... (mesmo que não tenha nenhuma razão)

Se uma pessoa lhe diz esta política é acertado por isto e aquilo, ela diz não eu não gosto do político ergo a política feita por ele é má.

Se a populaça onde me incluo não liga a coisa pública qual é a admiração discutir primeiro se um político é ou não um tipo sério em vez de discutir se a medida(s) por ele aplicada é a correcta ou incorrecta e porque razão.

 

Blogger Afonso Vaz Pinto said ... (6:25 da tarde) : 

Acho que o primeiro passo para termos uma boa política e uma boa democracia é o de, nem a brincar, falarmos do "jogo" político. É precisamente pelo facto de os políticos se considerarem desportistas da política que dão tantos ponta-pés, cabeçadas e mais um par de botas. Estaremos talvez nesse ponto, aí concordo contigo, em que distinguimos entre os "políticos-desportistas" que fazem batota daqueles que jogam limpo.
A política é demasiado séria para se estar a "jogar" com o futuro de tantas famílias, de tantos portuguesas. Nesse jogo eu não entro. A minha política é outra.

Abraço Bernardo

 

Blogger Bart Simpson said ... (6:59 da tarde) : 

Subscrevo quem defende que o "jogo" não pode ser adulterado, ie, um exercicio de como tramar uns quantos incautos.
Se a seriedade for levada ao limite, teremos uma boa democracia, com principios éticos e sem aproveitamentos. A classe deverá vigiar-se a ela própria, impondo regras que não deixem margem de manobra a ninguém.
Estamos á porta de mais um processo eleitoral e, ou muito me engano, ou vamos ouvir falar de favores pré e pós eleições...
Tomara que assim não aconteca. Se tal acontecer, a justiça que se imponha e apanhe os prevaricadores. Existem politicos sérios que tem o seu nome manchado por politidos "sujos". Não são todos iguais, mas para a opinião pública serão.

 

Blogger Bernardo Pires de Lima said ... (7:17 da tarde) : 

Meu caro Afonso
Essa Moçambique está porreira? E tu?
Só um esclarecimento: quando falo em "jogo" político(não está entre aspas por acaso) falo de todas as dimensões da política e das suas relações. Não é um jogo de brincadeira, claro está. Nem eu defendo que assim seja encarado. Talvez não tenha sido a melhor expressão, mas acho que percebeste ao que me referia.
Vê se apareces 5ª feira no São Luis!
Abraço

 

Blogger Luis Grave Rodrigues said ... (7:20 da tarde) : 

Caro Bernardo:

Tendo como pano de fundo o seu post, gostaria que me dissesse o que pensa de Fernando Seara depois disto:

http://rprecision.blogspot.com/2005/09/mulher-de-csar.html

 

Blogger Bernardo Pires de Lima said ... (8:38 da tarde) : 

Caro Luis,
Não sei que tipo de comentário está à espera que faça sobre um caso(que muito pertinentemente colocou no seu blog)que diz respeito, em última análise, à justiça. Não faço juízos de valor sobre A ou B se nem sequer conheço o caso. Se me diz que é um escândalo, talvez seja melhor fazer queixa dele aos tribunais, que é a sede própria para casos destes que, a serem verdade, infelizmente proliferam por este país fora.

Cumprimentos

 

post a comment