Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

quinta-feira, setembro 22, 2005

Nem sei onde é que foram buscar essa ideia disparatada

Existe um tribunal em Portugal que considera que Fátima Felgueiras não representa um perigo de fuga.

[Rodrigo Moita de Deus]

Comments on "Nem sei onde é que foram buscar essa ideia disparatada"

 

Anonymous The Studio said ... (12:05 da tarde) : 

E' evidente: Se ela tencionasse fugir ('a justica) para o Brasil nao teria regressado do Brasil (e sido detida).

 

Blogger CGP said ... (12:15 da tarde) : 

Caro Rodrigo,
Se fosse acusado de um crime, do qual se considerasse inocente (até poderá ser este o caso), perante a possibilidade de ser preso dois anos à espera de ser julgado e tendo a possibilidade de fugir até ao julgamento, não o faria? Preferiria esperar dois anos na prisão à espera de ser inocentado?

 

Blogger Ana said ... (12:26 da tarde) : 

Karloos: eu penso que a questão não é, nem pode ser, essa.
Só o facto de se pensar que se fica em prisão preventiva tanto tempo , considerando isso inevitável , prova que não há qualquer tipo de respeito , e confiança, pela/na justiça portuguesa.
Se é assim, foge-se e não se volta não é? Ou essa confiança muda consoante as necessidades?
Além disso o que se pode concluir de todo este caso, e do seu -para já-resultado é isto: o crime compensa!
E não estou a falar do caso do saco azul, porque esse ainda não foi julgado. Estou a falar da fuga a um mandado de prisão.
Não ver isto é de uma frescura inocente tão grande...que me constipa!

Ana Albergaria

 

Anonymous E-migrante said ... (12:44 da tarde) : 

É impressão minha, ou o caso Fátima Felgueiras, não gerou tanta indignação como deveria? É impressão minha ou já se aceita como normal e natural a falência e descrédito do sistema judidcial português?
Espero que seja só impressão minha.

P.S.: Eu não resido em Portugal e não tenho acesso às televisões portuguesas. O meu acesso às noticias de Portugal passam pelo Público ao qual subscrevo e por um alguns blogs no qual incluo o Acidental. Pode ser que o enviesamento da minha opinião venha daqui.

 

Anonymous Nuno Piteira Lopes said ... (12:52 da tarde) : 

Onde já chegamos? qualquer dia, para alem das quotas para as mulheres vamos começar a ter quotas para os criminosos. Deste modo podem sempre passar uns dias fora da cadeia para poderem fugir de vez para o estrangeiros.

Npl

 

Blogger CGP said ... (1:51 da tarde) : 

Cara Ana Albergaria,

Aparentemente a senhora voltou para ser julgada e não fugiu definitivamente. Se for considerada culpada irá passar o tempo que deve na prisão e far-se-à justiça. Se for considerada inocente, não terá passado um único dia na prisão, o que será bem mais justo do que se já lá tivesse passado dois anos.

P.S.:Ironicamente encontro-me encerrado em casa vítima de uma gripe. Talvez seja a tal frescura...

 

Blogger Ana said ... (2:04 da tarde) : 

Caro Karloos:

E porque é que acha que a senhora voltou só agora?
E porque terá sido em época de eleições o que lhe permite, sendo candidata, total imunidade?
E agora todos aqueles a quem for emitido mandado de prisão deverão fugir também ?
Será esse o futuro?

Hum...
E as melhoras! :)

Ana A.

 

Blogger CGP said ... (5:06 da tarde) : 

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 

Blogger CGP said ... (5:07 da tarde) : 

Cara Ana, caro Rodrigo,

Parece que estamos de acordo no essencial: o sistema de prisões preventivas está mal e é preciso mudá-lo e a senhora só o evitou porque tinha acesso privilegiado à justiça.
O importante aqui é a senhora não teve uma ordem de prisão por qualquer crime que tivesse cometido. Se amanhã, a senhora for condenada e voltar a fugir, o que considero altamente improvável (fugir), estarei do vosso lado a condenar a atitude. Até agora ela apenas se refugiou dum regime estúpido que existe em Portugal de pena mínima de prisão que pune da mesma forma culpados e inocentes.


Obrigado pelos desejos de melhoras,
melhores cumprimentos.

 

Blogger CGP said ... (6:15 da tarde) : 

P.S.: Já sei que entretanto se arranjaram temas mais interessantes de discussão. Se, entretanto, ainda lerem esta caixa de comentários não deixem de vêr este link que fui buscar ao fundo do baú a propósito deste caso: http://intermitente.blogspot.com/2003/06/ainda-bem-que-avisa.html
Reparem que são declarações da única candidata de direita à Câmara de Lisboa.

 

post a comment