Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

quarta-feira, setembro 21, 2005

Mensagem Interna

Rapazes:

Ando aqui aflita a cerzir coturnos, porque se aproxima o Inverno e não gosto de ser apanhada desprevenida, mas entre um furo no calcanhar e uma malha perdida, tive tempo de ler aqui a nossa casinha e fiquei banzada!

Então vocês, amigos e camaradas, ainda têm dúvidas sobre aquela coisa da cultura ser uma especialidade da "esquerda"? Vê-se mesmo que sois rapazes que saem pouco à noite,valha-me D-us!

[Não, não grafo assim o nome Dele só por questões religiosas, é também para O distinguir do Deus cá do nosso blogue]

Ainda há duas noites na TV vi e ouvi o apogeu de um concerto que – imagino!- foi sublime, e que comprova que a "esquerda" é muito mais culta «ca gente». Se estou a falar da sinfonia dos 277 milhões?

[Digo 277 milhões porque, já se sabe, números, tal como cultura, também não são a minha especialidade visto que não sou canhota]

Não! Quais sinfonia Benfica, quais baixela de porcelana "Titanic" que traz de brinde um faqueiro banhado a prata e um jogo de copos muito jeitoso! Falo do concerto que – gratuitamente – foi oferecido aos alfacinhas há duas noites por mor de promover a candidatura desse pequeno-grande homem cultural que é marido dessa grande figura da tv cultural portuguesa. Falo do Manuel, esposo da Bárbara. Ouvi eu com estes que os cotonetes hão-de limpar, belos trechos de uma melodia que jamais esquecerei. Abrilhantava o convívio esse grupo mítico, os "Pão com Manteiga"!

Minutos antes de Carrilho colocar o seu delicado e douto pézinho no estradinho de madeira ouvia-se – fervilhante - o refrão que a cultura gosta: «pi-pi-pi-pi-pi-pi elas também dão apitadelas!» Mas tudo muito bem soletrado, como culturalmente se exige: «Elas-também-dão-a-pita-delas!»

Vieram-me as lágrimas aos olhos. A cultura é uma coisa muito bonita.

[Ana Albergaria]

PS. Diz que aquela senhora, muito culta – é bilingue! - de Felgueiras, especialista em marroquinaria colorida, já está a ver o sol português aos quadradinhos.Também gostava muito de a ouvir cantar.

Comments on "Mensagem Interna"

 

Anonymous Anónimo said ... (8:06 da tarde) : 

eh eh bem visto!

www.observador-atento.blogspot.com

 

Blogger AMJ said ... (11:59 da tarde) : 

Fantástico.
Os meus parabéns Ana, veio abrilhantar o Acidental.
(e olhe que eu não costumo atirar elogios à parede!)

 

Blogger Paulo Segurado said ... (12:23 da manhã) : 

E eu sempre a perder estas coisas. Ai o Manel dança? e ao som do pi-pi-pi? Como estudante de música sou o primeiro a admitir que não conheço esse sucesso e que é uma falha grave. Afinal, a gloriosa contrução da letra é de deixar escorrer a lágrima do canto do olho.

Continue Ana. Sem perdão.

http://oprevaricador.blogspot.com

 

Anonymous Anónimo said ... (9:10 da manhã) : 

O 42563 post sobre o complexo "ó prá esquerda a pensar que tem o monopólio da cultura, dah!" e o 545476576 trocadilho com Deus.

caramelo

 

Blogger Ana said ... (9:29 da manhã) : 

Caro caramelo, já viu? temos o mesmo problema: nenhum de nós é grande espingarda com números!
um grande dah! também para si.

Obrigada aos bem dispostos!;)

Ana Albergaria

 

Anonymous jacob said ... (11:22 da manhã) : 

o que eu não dava para te ver ao vivo, querida ana albergaria...

diz-me uma coisa, meu grande vulto da cultura dextra, como decifras a subliminar mensagem dos teus governos que ciclicamente nos presenteiam com as brilhantes mentes de pedro santana lopes, maria bustorff, zezinha pinto, etc. como responsáveis pela cultura no nosso país?

o carrilho é arrogante, irritante e pedante. o carrilho foi o mais interventivo e consequente responsável político pela cultura no nosso país.

escapam-me as referências políticas nesta área, antes do 25 de abril... ajuda-me. elucida-me.


como diriam os monty python: "she's a joker, louie..."

 

Blogger Ana said ... (11:58 da manhã) : 

jacob ( gosto muito do nome!) :era ,basicamente,uma piada; para rir. Para não deixar passar essa musiquinha que me fez rebolar a rir. Mas, em termos políticos, podia citar-te muitos exemplos; todos aqueles que fizeram com que os nossos papás e avós não percebam o que anda a fazer a nossa juventude na escola, já que não sabem nada sobre rigorosamente nada. Isto porque, e passo a citá-los :«no meu tempo» , não era assim.
O Carrilho pode ter sido uma porcariazita menos má em comparação com outras , mas não deixa de ser uma porcariazita.
Ser culto não é só conhecer nomes de filósofos e mais não digo.
Mas olha, eu, que adoro rir, acabo esta resposta de uma maneira cultíssima queres ler?
Mesmo odiando incorrer em chavasquices verbais, não posso negar que sou dada às gestuais. De maneira que se me visses agora, observarias o meu maior-de-todos em riste, enquanto o polegar, o indicador,o anelar e o mindinho descansam , muito agachadinhos, junto à palma da minha mão.
:)
Espero que não leves a mal e que comeces a apreciar piquenas brincadeiras, boa?
bjs
Ana Albergaria

 

Blogger PPM said ... (12:43 da tarde) : 

Boa, Ana, foste a grande contratação do século acidental - que me desculpem os outros convidados, mas tenho de escrever a verdade.

PPM

 

Blogger Ana said ... (1:20 da tarde) : 

Oh...

Até corei! Muito, muito obrigada pela confiança!
Mas...isso em termos de aumento é quanto? em oiros?
hihi

Obrigada :)
Ana

 

Anonymous jacob said ... (2:09 da tarde) : 

ó aninhas,
trapalhona a respostazita, não?

quem não te bajula ou quem de ti discorda, leva com o pirete?

sois grande...
que fazes tu na vida real? pertences a alguma claque?

 

Blogger Ana said ... (2:50 da tarde) : 

Não, Jacob!
Na vida real chamo-me José Severino e sou pasteleiro.

E a atirar alguma coisa a alguém seria creme! [ percebeste? creme...de pasteleiro!hihi...hum...se calhar é melhor desistir de te fazer rir...]

 

Anonymous jacob said ... (4:22 da tarde) : 

ah,ah,ah...

josé pasteleiro, hà todo um mundo là fora! não te esgotes nos queques...


"she's a joker, louie..."

 

Anonymous Anónimo said ... (1:03 da manhã) : 

Não respondeu ao pedido do Jacob, Ana.

«Mas, em termos políticos, podia citar-te muitos exemplos; todos aqueles que fizeram com que os nossos papás e avós não percebam o que anda a fazer a nossa juventude na escola, já que não sabem nada sobre rigorosamente nada.»

Então, cite, por favor. Cinco (entre muitos) bastam. Agradecida.

Mais uma anónima.

 

post a comment