Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, setembro 23, 2005

Eu, basicamente, quero é saber se nas brilhantes "Noites à direita" houve murraça!

Entretanto, vou debruçar-me sobre outros assuntos: Eu, que sou aristocrática de pai e mãe [hihi] dei por mim, esta manhã, a querer abraçar o Marques Mendes (MM).
Não se riam que o caso é sério... e por duas razões: primeiro, porque sou bastante mais alta do que ele, o que daria uma fotografia algo... como dizer? Insólita? Ficava-me ali o rapaz nos braços, com as pernitas a abanar, quiçá magoando-me a barriguita malhada. Depois, mesmo sendo laranja, custa-me um bocadito aceitar o senhor como "meu" presidente.
Tenho, vamos lá, tendência para não concordar muito com ele. Só por birra, enfim.
Mas esta manhã, banhinho tomado e tal, ligo a TSF e oiço MM dizer que está chocado com a decisão da juíza do Tribunal de Felgueiras, que anulou a prisão preventiva da ex-autarca, explicando, grosso modo, que a fuga de Fátima Felgueiras foi apenas «aparente», e que o mandado de prisão preventiva não foi executado porque a autarca , e passo a citar: «encontrava-se ausente, alegadamente para o Brasil.»
Ora, este «aparente» e este «alegadamente» tiram-me também completamente do sério! Marques Mendes estou consigo e não abro!
Como se já não fosse isto aviltante e demencial, ainda constato o seguinte: ontem, a nossa Assembleia da República chumbou o agravamento das penas por fogo posto. PS, PCP, Verdes e BE acham que a medida carece de uma«reflexão mais profunda».
A proposta foi apresentada pelo CDS-PP; e o meu PSD, armado em parvo, preferiu abster-se. Quer-se dizer: o país anda, há alguns anos, a arder. De Junho a Setembro, Portugal é o coitadinho, o pobrezinho que não sabe o que fazer para combater os milhares de incêndios; que recebe ajuda de toda a gente, porque já se sabe, sozinho, não vai lá.
Choram-se lágrimas de sangue nos quatro cantos do mundo onde há portugueses, que, na televisão, vêm a sua terra, o seu País, destruído. Sabe-se que, grosso modo, os incêndios têm mão criminosa. Sabe-se que os pirómanos, se são apanhados, saem logo e pouco ou nada têm a pagar à sociedade. E o que fazem os nossos deputados? Querem reflectir! Com semblante de consternada inocência, estes meninos querem reflectir sobre o assunto! Execrável. Desculpem, mas é o termo.
Se o projecto de lei fosse mau e desumano tipo: os cabrões incendiários que forem apanhados serão queimados vivos em belas fogueiras nos paços do concelho, ainda entenderia a paneleirice da reflexão. Mas não. O projecto estipulava o aumento do limite mínimo da pena para crimes de fogo posto com perigo para a vida, se praticado com dolo, de três para quatro anos! Os nossos deputados, muito amigos do pensar e pouco do agir, foram os primeiros a dizer que os incêndios são uma grande tragédia - ai que desgraça! - valha-nosa santinha da Ladeira e o raio que os parta e depois, quando é preciso provar que não se é homem só pelo sexo declarado no BI, ficam quietinhos e querem«reflectir».
Fosse eu o meu amigo Fernando/maradona (com minúscula ) e em vez de estar aqui rinhonhó, rinhonhó, com pruridos de linguagem, chamava os bois pelos nomes: flores de estufa do cara***! Risível. Tudo isto é risível. E depois ainda há quem me pergunte porque é que eu emigrei...

[Ana Albergaria]

Comments on "Eu, basicamente, quero é saber se nas brilhantes "Noites à direita" houve murraça!"

 

Blogger Henrique Raposo said ... (4:04 da tarde) : 

grande.

 

Blogger just me said ... (4:44 da tarde) : 

Temos Mulher!!!!

 

Anonymous Marty McFly said ... (5:00 da tarde) : 

Cara Ana Albergaria,
A Menina está a escrever cada vez melhor. Seduz com a sua pena.
Respeitosos cumprimentos,
M.McFly

 

Anonymous PCG said ... (5:16 da tarde) : 

Cara Ana A.,

Parabéns pelo post!
Só espero que não tenham sido os fogos a genuína razão para emigrar... Se assim fosse, já todos teríamos abandonado o "aristocrático" barco que infelizmente se afunda (ou melhor arde) mais depressa do que muitos julgam e escrevem!

Cumprimentos,
PCG

 

Anonymous Igrejas said ... (5:56 da tarde) : 

bariga malhada?como diria homer simpson...uuuhhhmmm donuts...

 

Blogger Grupo Amarelo said ... (6:46 da tarde) : 

Só para dizer que também já imigrei e não vale a pena. Este raio de saudosismo lusitano estraga tudo. Portanto espero que estejas por cá porque a batalha contra as felgueirices, isaltinices e outras do género precisa de reforços. Eu laranja, mas num grupo amarelo, faço desejos para a que tua voz se ouça.
O Humanista Ecléctico - fundador do Grupo Amarelo (grupo-amarelo.blogspot.com)

 

Blogger RAF said ... (6:53 da tarde) : 

Parabéns! Excelente post. Subscrevo-o integralmente.

 

Anonymous Anónimo said ... (8:28 da tarde) : 

Cara Ana,
Valente naco de prosa! Que força! Parabéns!
________________________
Estive na noite à direita. Valeu pela iniciativa, pelos notáveis presentes, pelo espaço. Os meus parabéns! Mas, devo dizer, tive vontade de ser de Esquerda. Face ao brilhante paper de Mega Ferreira que se esforçou por identificar os pontos da discódia, a Direita não respondeu, falou de improviso, não conseguiu articular conceitos, enfim, não fez o TPC (chegou a ser penoso). A Direita não trabalhou... e havia tanto para dizer...o historicismo de Mega (ideia de que a cultura muda o mundo sempre para melhor), a referência à técnica como parte da cultura (e a técnica é o que mais muda o mundo), a própria noção de cultura (aquilo que o homem acrescenta à natureza pelo trablho do seu espírito ),enfim. Até ao próximo Debate, camaradas!

Pat

 

Anonymous Anónimo said ... (9:00 da tarde) : 

Cara Ana,

Não percebi essa da barriga malhada... como é que alguém pode ter uma barriguita malhada... não serão estrias?

Pat

 

Blogger carne said ... (12:20 da manhã) : 

Ai que desgraça digo eu!...

 

post a comment