Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

sexta-feira, setembro 23, 2005

Casa cheia nas "Noites à Direita"

Ontem, tivemos casa cheia no teatro S. Luiz. A belíssima sala do Jardim de Inverno encheu-se de muita - mas mesmo muita - gente interessada em ouvir discutir "A Direita e a Cultura". António Mega Ferreira, Pedro Mexia e Rui Ramos estiveram em grande estilo, tal como o moderador Manuel Falcão - brevemente serão publicados resumos das comunicações de cada um dos oradores no blogue "Direita Liberal".

Há acertos a fazer, nomeadamente no tempo das intervenções e, sobretudo, das perguntas, mas foi consensualmente considerado como um grande sucesso. Falo em causa própria, como é evidente, mas julgo que hoje em dia, no meio de uma campanha eleitoral, pouca gente conseguiria encher uma sala daquele tamanho - com muitas pessoas a terem de assistir de pé - para um debate sobre a cultura.

Ao contrário do que li hoje no meu antigo jornal - O Independente - não vi neo-liberais, mas sim muitos liberais de direita e de esquerda, conservadores, democrata-cristãos, independentes, socialistas, reformistas e sociais-democratas. Vi lá, por exemplo, o ex-ministro da Cultura, Pedro Roseta, mas também Teresa Stock, Jorge Salavisa, Teresa Caeiro, Pedro Rolo Duarte, António Lobo Xavier, Ricardo Costa, Patrícia Brito e Cunha, Sofia Galvão, Gonçalo Reis - entre muitas personalidades da Cultura, dos blogues e não só.

É verdade que Deus - o Rodrigo Moita - não esteve presente, apesar de convidado. Pode ser que venha no próximo, porque a sessão seguinte, no dia 18 de Outubro, será dedicada à Economia. Teremos um economista de esquerda, um economista de direita e... António Borges. Há quem esteja disposto a discutir o País e a Direita sem rótulos partidários ou agendas paralelas. Os promotores das "Noites à Direita" - António Pires de Lima, Filipa Correia Pinto, Leonardo Mathias, Luciano Amaral, Manuel Falcão, Pedro Lomba, Rui Ramos e eu próprio - estão.

[Paulo Pinto Mascarenhas]

Comments on "Casa cheia nas "Noites à Direita""

 

Blogger Eu Vou said ... (1:52 da tarde) : 

Parabéns! Continuem. Dia 18 lá estarei.

Nuno Pinto

 

Anonymous GD said ... (2:07 da tarde) : 

É bom ouvir pessoas que pensam da mesma maneira que nós!
Lá estarei no dia 18.

 

Anonymous Anónimo said ... (2:15 da tarde) : 

Estive presente (apesar de saber o PPM comprometido com a candidatura da Zézinha...) e gostei. Claro que são sempre necessárias afinações, como o PPM reconhece, mas só quem não faz nada é que não é criticado.
Em Portugal precisamos de reabilitar a Politica e as Ideias com gente nova e arejada, pois já estamos todos fartos dos mesmos figurões de há mais de trinta anos e o seu discurso redondo e acrescentaria "gordo" (um pouco há semelhança de um livro sobre a cultura empresarial que a maior parte dos nossos gestores devia ler).

Para mim que, há cerca de dez anos, tive a oportunidade de frequentar umas tertúlias de uma tal de "esquerda liberal" onde existiram algumas tentivas de repensar a esquerda fora dos canones neo-estalinistas, é um prazer ver de novo alguém que quer parar para pensar Portugal.

Venha de lá agora a Economia...

 

Blogger aL said ... (2:41 da tarde) : 

Parabéns pela iniciativa!
mas acho que se debateu [se falou, pois não houve um confronto de ideias assim tão grande, pois não?!] mais a direita do que propriamente a cultura...

 

Blogger FTA said ... (2:57 da tarde) : 

Caro Paulo:

Desculpa não ter estado presente como tinha prometido mas realmente a quinta-feira é um dia mau para mim.

Aproveito ainda para dizer que não fui eu que vos chamei neo-liberais. Isso seria claramente uma ofensa aos neo-liberais.

Um abraço e parabéns,

 

Anonymous Migas said ... (5:01 da tarde) : 

Caro PPM,

Relativamente aos acertos a fazer, sugiro atenção mais às "respostas" e não tanto às "perguntas".
Num espaço que se quer de debate, limitar a participação da audiência a meras perguntas (no sentido estrito) seria torná-lo mais pobre. Em contrapartida, e independentemente do grande interesse que tenham os oradores, respostas que se alonguem demasiado, e sirvam para por vezes reafirmar o que já foi dito, também "cortam" a dinâmica de debate.

 

Blogger Tiago Alves said ... (6:22 da tarde) : 

caro ppm
eu, pecador, me confesso. não pude estar presente. ando envolvido nas praxes academicas e o nosso cortejo foi, como sempre, demorado (mas desta vez mais do que o costume) e só estava completamente despachado por volta das 19.45, ainda trajado, cansado e sem jantar. Já não deu para ir ao barreiro e voltar. mil e uma desculpas. ja vi que correu bem e os meus parabens. dia 19 lá estarei. ainda para mais, o tema economia é com toda a certeza, o meu preferido. um abraço

 

Blogger RAF said ... (6:46 da tarde) : 

Como já o disse no Blasfémias, parabéns. Existiram certamente alguns aspectos que não correram tão bem, mas que são secundários face à evidente capacidade de mobilização, desta vez, realmente, com a presença de uma audiência menos homogénea que no Nicola. Os oradores fizeram bem o seu papel num tema particularmente dificil.
Um abraço,
Rodrigo Adão da Fonseca

 

Anonymous alvaro cb said ... (12:38 da manhã) : 

a teresa caeiro é uma personalidade da cultura, dos blogs ou do e-não-só?

 

Blogger PPM said ... (8:00 da tarde) : 

Obrigado, Rodrigo Adão da Fonseca, gostei de te ver lá. E obrigado a todos, os que foram e os que não puderam ir mas demonstraram interesse. O mais grave foi quando escrevi este texto e me esqueci de incluir o Pedro Lomba nos promotores. Logo o Pedro que teve uma excelente intervenção. Vou já emendar a mão.

PPM

 

Blogger PPM said ... (8:04 da tarde) : 

O erro foi agora a ler: não me tinha nada esquecido do Lomba.

PPM

 

post a comment