Fundado por Paulo Pinto Mascarenhas


Ana Albergaria
Bernardo Pires de Lima
Diogo Belford Henriques
Eduardo Nogueira Pinto
Francisco Mendes da Silva
Henrique Raposo
Inês Teotónio Pereira
Jacinto Bettencourt
João Marques de Almeida João Vacas
José Bourbon Ribeiro
Leonardo Ralha
Luciano Amaral
Luís Goldschmidt
Manuel Castelo-Branco
Manuel Falcão
Nuno Costa Santos
Paulo Pinto Mascarenhas
Pedro Marques Lopes
Rodrigo Moita de Deus
Tiago Geraldo
Vasco Rato
Vitor Cunha


Logótipo Acidental concebido por Vitriolica. Grafismo gerado por Miss Still.


Acidental Long Play


Direita Liberal


O Acidental


Público

TSF

Lusa

Associated PressReuters


A Causa Foi Modificada
Bomba Inteligente
O Espectro
Educação Sentimental
A Vida em Deli
Futuro Presente
Aos 35
Vitriolica Webb's Ite
A Sexta Coluna
Tristes Tópicos
Some Like It Hot
Xanel 5/Miss Pearls
Crónicas Matinais
Rititi
Mood Swing
19 meses depois
Serendipity
A Propósito de Nada
The world as we know it
Minha Rica Casinha
Da Literatura
Tradução Simultânea
Contra a Corrente
O Estado do Sítio
Geraldo Sem Pavor
Acho Eu
A Arte da Fuga
O Sinédrio
Blue Lounge
Portugal Contemporâneo
A cor das avestruzes modernas
Kapa
Snob Blog

E Depois do Adeus
Margens de Erro
Nortadas
Office Lounging
No Quinto dos Impérios
Teorema de Pitágoras
What do you represent
Esplanar
Quase Famosos
Melancómico
Vício de Forma
João Pereira Coutinho I
João Pereira Coutinho II
Retalhos da Vovó Edith
Blogue dos Marretas
Lóbi do Chá
O Insurgente
A Mão Invisível
A Esquina do Rio
Voz do Deserto
Desesperada Esperança
Homem a Dias
Blasfémias
Origem das Espécies
Babugem
Ma-Schamba
Rua da Judiaria
Fuga para a vitória
Mar Salgado
A Ágora
Miniscente
A vida dos meus dias
Elasticidade
Causa Liberal
O Telescópio
Grande Loja do Queijo Limiano
O Intrometido
Carambas
Mau Tempo no Canil
Lobby de Aveiro
Bar do Moe
Adufe
Bloguítica
Tau-tau
Incontinentes Verbais
Causa Nossa
elba everywhere
O Observador
Super Flumina
Glória Fácil
Metablog
Dolo Eventual
Vista Alegre
Aforismos e Afins
A Cooperativa
Semiramis
Diário da República
Galo Verde
Ilhas
french kissin'
Bicho Carpinteiro
Portugal dos Pequeninos
Foguetabraze
A Invenção de Morel
Aspirina B
O Boato
O Vilacondense
O amigo do povo
O Insubmisso

Aviz
Barnabé
Blog de Esquerda
Fora do Mundo
Jaquinzinhos


Powered by Blogger


Google

quinta-feira, janeiro 20, 2005

O Bloco Fedorento

Depois de ver o famoso comediante Ricardo Araújo Pereira num encontro do Bloco de Esquerda, pergunto-me se ele é o Gato de Esquerda ou o Bloco Fedorento.

[PPM]

PS. Eu sei que a piada não tem graça nenhuma, não se preocupem, que eu não tenho aspirações a humorista. Só que o humorista também não devia ter aspirações políticas. Agora, que eles todos se divertem muito, lá isso divertem. Ainda ontem julguei ver na televisão uma cena de bowling humano no Chiado em que o Daniel Oliveira era um dos pins e o Fernando Rosas era a bola arremessada. Pode ter sido apenas um pesadelo.

Comments on "O Bloco Fedorento"

 

Anonymous Anónimo said ... (11:44 da tarde) : 

Que vergonha este tipo de comentarios

 

Anonymous Anónimo said ... (4:25 da tarde) : 

ora vai mamar nas nalgas seu parvalhão

 

Anonymous Anónimo said ... (5:19 da manhã) : 

gostei deste seu artigo, mas adorei o do Ricardo Araújo Pereira sobre este mesmo artigo...
ah, quase que consegui sorrir com a sua aspiração ridicula a politico...ou seria humorista!

 

Anonymous Anónimo said ... (11:48 da manhã) : 

Caro PPM, esta sua obstinação com os Gato Fedorento não o levará muito longe. Não sei bem onde quer chegar, mas deveras não irá longe.

 

Blogger Che said ... (2:23 da tarde) : 

Sinceramente, não percebo o porquê deste tipo de comentários..
Penso que já deve ter idade para ter juizo.
Qualquer um tem direito a ser o que quiser.. não é por ser humorista, médico ou advogado que perde o direito de ser de esquerda, direita, centro, oblíquo ou o que quer que seja!
Democracia.. liberdade.. ouviu falar?! hmm.. não sei!!

 

Anonymous Anónimo said ... (3:47 da tarde) : 

E dizem que a censura acabou com Salazar...
Veja se arranja algo de mais produtivo para fazer e deixe-se de comentários imbecis

 

Anonymous Isabel Silva said ... (8:11 da tarde) : 

Aplausos, PPM, tem toda a razao. E ele falam logo de imbecis e de censura, são neo-fascitas, é o que eles são!!!

 

Anonymous Jeronimo Algarve said ... (8:12 da tarde) : 

Concordo. Triste com os Gatos Fedorentos, mas tenho de concordar. Infeliz este momento de falta de humor do partido do sr- Louça.

 

Anonymous Anónimo said ... (12:09 da manhã) : 

Você é uma daquelas figuras paradoxais que existem (nos blogs) porque há democracia e liberdade de expressão, mas o próprio luta contra essa liberdade e torna-se imbecil ao ponto de não perceber isso.

 

Anonymous wildcat said ... (12:54 da manhã) : 

"Só que o humorista também não devia ter aspirações políticas"!

gostaria de conhecer os seus motivos para dizer tal alarvidade, penso, para já, que não passa de um comentário postado sob efeitos de um qualquer psicotropico ou bebida menos cristã, porque de facto num país de direito democratico, existir alguém que se ache no direito e com o poder de limitar as aspirações seja de quem for, só sob o efeito de algo menos legal ou de uma grande camada de sono!

 

Anonymous Anónimo said ... (11:51 da manhã) : 

epá epá tu mete mas é dois dedos no cu e torce-os... :|

 

Blogger LFP said ... (3:24 da tarde) : 

Ricardo Araújo Pereira - um tipo inteligente, bem educado, culto, com um sentido de humor refinado, e com um moderado jeito para ser actor.

Paulo Pinto Mascarenhas - QUEM?

 

Blogger António Nogueira said ... (1:57 da manhã) : 

vocês parecem crianças... sinceramente: a ver se crescem.

 

Anonymous Anónimo said ... (1:59 da manhã) : 

o acidental... cheira mal!

 

Anonymous André Simões said ... (12:49 da tarde) : 

Uma pergunta.
Se um dia o Sr. PPM passar a ser conhecido já não vai poder continuar a dar o seu apoio à direita, seja este apoio moral, fisico ou escrito?

 

Anonymous André Simões said ... (12:49 da tarde) : 

Uma pergunta.
Se um dia o Sr. PPM passar a ser conhecido já não vai poder continuar a dar o seu apoio à direita, seja este apoio moral, fisico ou escrito?

 

Anonymous Anónimo said ... (5:06 da tarde) : 

Meu caro amigo, dúvido que este meu comentário subsista no seu blog por muito mais tempo e não assino precisamente porque sei como gente como você funciona. Como não terminei ainda o meu curso eu sim sou um aspirante a humorista. Para dissipar um pouco da sua ignorância e atenuar o seu despotismo verborreico informo-lhe algo que na sua vida lhe poderá ser bastante útil. Continua a ler? Ou já gerou na sua cabeça o pré-conceito de "este tipo vem para aqui insultar-me sem usar argumentos. Não vou perder mais tempo ele."? Então cá vai - o humor é precisamente a sátira da vida socio-política. O humor só funciona na esfera-pública e - sobre a esfera pública. E. Meu amigo, caso você não o saiba, os temas da esfera-pública, ora são sociais, ora são políticos, ora não são mais nada. Não percebo como pode julgar que a rábula se dirija a si. Não faz sentido absolutamente nenhum. Os humoristas não o retratam a si porque ninguém o conhece, assim como ninguém conhece as couves do meu quintal e ninguém as goza. Ninguém as goza.
Repito para que no meio do seu cérebro, se é que ele é largo o suficiente para ter um "meio", você me entenda.
Todo o seu post é uma verdadeira incongruência e uma ineficácia de lograr a utilizar algo chamado de intelecto. São pessoas como você que me fazem lembrar a monarquia, o fascimo, a aristocracia, e tudo o que de mau houve na Humanidade. A evolução humana é uma dialéctica constante entre interlocutores sociais. Isso, não raras vezes opõe cultura de um lado e do outro anti-cultura. Tal como o juíz se tem de deparar com duas dialécticas: o justo e o injusto. Um sem o outro não existe. Se não houver um cruzamento eu não tenho de virar à esquerda ou à direita, eu não tenho de tomar uma opção. Sendo, julgo, um referendo sobre o aborto uma opção, é natural que as pessoas tenham de conhecer as premissas, tenham de conhecer as opções, e metaforicamente a esquerda ou a direita. É uma equação básica, mas complexa. X+Y=Conclusão, só acontece se as duas variáveis existirem, não se um qualquer tipo, com ideias tirÂnicas, e com arrogância suficiente para se considerar dono e senhor de toda a verdade a desejar censurar. O Humor serve para criticar. É uma arte nobre como qualquer outra. Usa-se de argumentos, premissas, jogos de linguagens e conclusões, tal como acontece na retórica. O humor é parte integrante da retórica. A política serve-se da retórica. Na democracia somos todos políticos, uns mais aptos, outros mais inaptos. Na democracia decidimos juntos, e decidimos juntos como? Comunicando. E comunica-se como? Comunica-se falando. E fala-se como? Fala-se falando. E fala-se falando a quem? Às pessoas. Ora, o RAP foi bom o suficiente para ter acesso aos mass media, e como tal tem o direito de usar os seus direitos, tais como existir, e comunicar. E comunicar a quem? Às pessoas...
A livre expressão de pensamento é um direito constitucional. Você não defende a democracia? Sobra-lhe sempre a Coreia do Norte. Tenha uma boa viagem.
E por favor, não compare o ideal comunista à tirania norte-coreana. VocÊ não deve ser suficientemente inapto mentalmente para isso, tal como alguns dos tipos com tempo a mais e que vêm para aqui comentar e ler um desperdício de espaço no servidor do Blogger que é O Acidental, nome que tem de certeza uma correlação com o momento do seu nascimento. Acho rídiculas as afirmações menosprezando o Bloco de Esquerda denominando-o de fascista. Muitas pessoas infelizmente têm o dom de serem alienadas, e taparem o sol com uma peneira, ou de usarem uns óculos escuros que lhes impedem de ver para além do seu próprio umbigo. Ou sáo ignóbeis ou desinformados. O comunismo serve para acabar com a fome, é um acto solidário e de despersonalização de um ego egoísta com vista a um ego colectivo e humanista. O comunismo visa acabar com as classes sociais com as hierarquias entenda-se, pois se existem hierarquias é porque uns tem um milhão e os outros nada. Nada é fome e miséria. E o estado natural determina que tudo é de todos. Tudo bem que só deve ter coisas quem as merece. Mas ninguém é suficientemente estúpido para não tentar merecer alguma coisa. E a verdade é que à pessoas que não têm nada. Não é verdade Olémbé?
O Olémbé vive na Etiópia. E tu leitor? Em que parte aristocrática do mundo vives?
Para terminar relembro-lhe que o Louçã foi o melhor aluno de Economia no nosso país. Louçã Bloco de Esquerda Comunismo Economia.
Quão irónico é o mundo!!
Ou saberá ele o que está a defender?
Peço aos seus leitores e a si que tomem vitaminas e depois decidam o que pensarem. Eu tomei.

 

Anonymous Anónimo said ... (7:24 da tarde) : 

O programa so vai acabar qd os politicos deixarem de se enterrar lol .. parece que vai durar

 

Anonymous Anónimo said ... (4:55 da manhã) : 

Só quero dizer que estou a publicar em anónimo com receio de represálias por parte de PPM.

 

Anonymous Anónimo said ... (11:14 da tarde) : 

Falando um bom português e sem qq cuidado: Vá para a cona da puta da sua mãe, de onde NUNCA deveria ter sido cagado...seu merdas de trazer por blogs...

 

Anonymous Anónimo said ... (12:07 da manhã) : 

"Só que o humorista também não devia ter aspirações políticas."

E depois ainda criticam que os Portugueses não se interessam pela política do país... Pelos vistos é mero privilégio concedido às elites! Longe de nós, meros mortais não pertencentes à política, de comentar o rumo do nosso país... Patetas que somos, de facto, só porque não estamos na política!

 

Anonymous Anónimo said ... (2:43 da manhã) : 

Só para dizer o seguinte: eu não sou ninguém, mas se algum dia fôr importante o suficiente para que um humorista ou um grupo de humoristas se sinta "no dever" de fazer uma rábula a meu respeito, por bons ou maus motivos, é assim mesmo que me vou sentir: importante. Mas só no dia em que o façam e digam: "Sim, estamos, de facto, a tentar representar de forma cómica o sr. tal." Até esse dia chegar podem gozar com o que quiserem que não vou tomar uma única crítica directamente. Se nunca ouviu o seu nome ser proferido numa rábula ou num texto humorístico seja do grupo Gato Fedorento, do sr. Herman José, do Nuno Markl ou de outro qualquer humorista ou aspirante a tal, sugiro que os deixe em paz.

Parece-me que este episódio é uma flagrante busca por algum protagonismo à custa de alguém que fez por merecer o protagonismo que tem. E se são de esquerda ou de direita, isso pouco importa. O prof. António de Oliveira Salazar é constantemente satirizado por este grupo, como aliás pela generalidade do povo português e não é por isso que tem menos importância, que deixo de o admirar ou que quem quer que seja que usa esta personalidade para fazer humor passe a merecer menos respeito da minha parte. É humor. É para fazer rir, não para ser levado a sério. Pense assim e verá que não se sentirá ofendido com nenhuma outra rábula seja de quem fôr.

As coisas têm a importância que cada um lhes dá. Não dê importância às rábulas do Gato Fedorento, porque não vai ser isso que vai fazer as pessoas darem-lhe importância a si.

 

Anonymous Get_a_life_asshole@queméstu.morrelonge said ... (12:04 da tarde) : 

É incrivel o q se faz hj em dia para constar de uma noticia no jornal...
Psedo-políticos somos todos, humoristas também. Agora "pessoas" como o Sr. felizmente são cada vez mais raras... Mas ainda bem q existem.
Primeiro pq possibilitam a existência de programas como o "Diz que é uma espécie de magazine" por muuuuuuuuiiiittoooo tempo. Em segundo, pq nos deixam a pensar no muito q ainda há a fazer para q a Democracia seja algo efectivo na dia a dia de todos e não apenas um dado adquirido da classe política e outras com maior ou menor "classe".
Tenha vergonha e resuma-se à sua insignificância.

 

Anonymous Anónimo said ... (10:05 da tarde) : 

Tu queres é andar a reboque do sucesso dos GF...

 

Anonymous Sr. Anónimo-Com-Nome said ... (10:08 da manhã) : 

PPM? Só conheço o Partido Popular Monárquico... E nos dias de hoje acho que nenhuma forma de PPM faz sentido. Ambos só dizem alarvidades!

 

Anonymous Anónimo said ... (11:52 da manhã) : 

Tenham calma. É incrivel a Natureza Humana! Todos querem mostrar que são inteligentes. Mas que importância tem esse senhor PPM. Dá-se muita importância a estas coisas e depois as pessoas julgam que já são alguma de transcendental. Foda-se!

 

Anonymous nao sei quem said ... (9:46 da tarde) : 

se tivesse conhecimento dos estudos do individuo que mencionou no seu comentário metia o rabinho entre as pernas e guinchava que nem um porco na noite de carnaval com a lua em quarto crescente a ver um filme no quarto da avozinha ao lado do lobo mau com pelos nas pernas e a fazer dieta
fazes RAP?

 

post a comment